ORE PELA SUA POLÍCIA

O Capelão da Associação PMs de Cristo, o 2⁰ Ten Res PM Washington, é um intercessor incessante pelos Policiais e Bombeiros Militares.

É um dos mobilizadores da CAMPANHA ORE PELA SUA POLÍCIA, nas cidades que fazem parte do CPA/M-8 (Comando de Policiamento de Área do Metropolitano 8), organizando cultos e vigílias durante o ano nas igrejas, tendo como objetivo motivar, mobilizar e conscientizar a sociedade civil para a importância de orar e cuidar do Policial e Bombeiro Militar, além de buscar ajudadores para levar a PALAVRA DE FÉ, VIDA E ESPERANÇA nos quartéis.

Como capelão, visita policiais enfermos e estende esse acolhimento para os familiares, além de aconselhamentos e apoio quando requisitado pelo Policial/Bombeiro, cumprindo assim, a recomendação do apóstolo Paulo ao jovem Timóteo, de “ORAR POR TODOS OS QUE EXERCEM AUTORIDADE” (I Timóteo 2:1-2), um PRINCÍPIO BÍBLICO que todo o cristão deve observar.

O Policial Militar é um ser humano e precisa receber cobertura de oração, pois diuturnamente lida com as mais variadas situações de perigo, de morte e de ação, e muitas vezes, com o SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA, preservando a vida e bem estar do cidadão de bem.

Orando pelo Vice Prefeito da Cidade de Vargem Grande Paulista, Capitão Evandro

CPA/M-8 – Comando de Policiamento de Área Região Oito – sub-região Oeste e sub-região Sudoeste de São Paulo/Capital

Osasco, Barueri, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Carapicuíba, Cotia, Vargem Grande Paulista, Embu das Artes e Taboão da Serra.

Coordenadores da Capelania na área do CPA/M-8, Ten Cel PM Luiz e sua esposa Capelã PMs de Cristo, Dra Simone Rosa

A missão do Policial Militar

É possível combinar os valores cristãos ao serviço policial, ser um cristão autêntico e ser um vencedor diante das pressões da violência, da corrupção e do estresse. O Policial Militar é uma autoridade pública e uma autoridade de Deus. Tem o divino chamado de ser instrumento do bem e da justiça.


Em seu trabalho que cumpre uma missão dada por Deus: a de opor-se às obras do mal; o roubo, a morte e a destruição. (João 10:10)

Nisso reside o caráter divino e também pedagógico dessa nobre missão. O Policial é o “seu guarda”, uma referência de coragem, heroísmo e conduta positiva no consciente coletivo.
Outro ponto importante é que Deus ama a justiça e é o Justo Juiz. Não cabe ao Policial agir no engano da justiça própria e do falso testemunho.

(trecho do Livro “Com o sacrifício da própria vida”, Alexandre Terra e Miguel Adailton da Silva, 2007,página 65)

O Senhor é a minha cura!


O câncer foi um marco em minha vida.

Sou Capelão Evangelista Gerson Ragonha, membro do Corpo de Capelania Evangélica PMs de Cristo. Fui diagnosticado com um tumor (câncer) e me apavorei. Esse diagnóstico abalou minhas estruturas.

Chegando ao Hospital da Polícia Militar de São Paulo (HPM), depois de falar com o médico descobri que era um dos piores cenários. O câncer não tinha se disseminado, “pois creio que Deus o neutralizou”, porém já sabia que era maligno e agressivo, como descobrimos depois de algum tempo, pois se trata de uma patologia silenciosa.

Pude perceber alterações alguns dias anteriores à consulta médica. Após a consulta o médico marcou uma bateria de exames que foram realizadas em vinte dias e depois foi realizada a cirurgia para retirada do tumor.

Eu confesso que tinha muito medo de perder minha família, que amo demais, e a família foi essencial na minha superação e recuperação. Mas com todo auxílio familiar e de policiais militares, me apeguei ao Senhor Nosso Deus, e minha humilde oração foi, dia após
dia, “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!” Marcos 10:47.


A parte mais complicada foi o pós-cirurgia, pois sentia muita dor na região da cirurgia. Posteriormente fui encaminhado para realizar as seções de radioterapia, mais uma luta para ser vencida, mas minha oração continuava sendo a mesma, “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!”.

Neste período de adversidade, ansiedade, preocupações, Deus estava moldando minha vida, para Louvor, Glória e Honra ao Nome Santo e Bendito de Jesus Cristo. Foi um tempo de muitas e muitas reflexões… um tempo do agir de Deus em minha vida, no meu caráter espiritual, cristão, emocional e como enxergar na ótica de Deus o amor ao próximo (enfermo e necessitado), Mateus 25:34-36. Deus mostrou para mim a sua Obra Salvadora e Misericordiosa que está em Cristo Jesus Nosso Salvador, pois não vivemos de aparência, mas de autenticidade cristã.

“Esta foi uma experiência para eu ver Deus num contexto real, por isso quero que as pessoas acreditem por si mesmas, não apenas no que elas ouvem, mas procurar ter uma experiência com Deus por conta própria”.


“Acredito que o maior milagre que recebi não foi a cura do câncer, mas a cura do meu coração”. Por este e outros motivos, dou Graças a Deus pelos seus benefícios a mim concedidos, pela dádiva do livramento e Salvação.


Jesus curou leprosos, paralíticos, cegos, surdos, epiléticos, pessoas com hemorragias e até ressuscitou mortos. Conforme a Bíblia, em nome de Jesus Cristo outros tantos fizeram milagres, como Paulo e também Pedro, que com o apóstolo João fizeram com que um coxo andasse (Atos 3:10). Em Mateus 4:23 está descrito que Jesus “percorria toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando todas as doenças e enfermidades entre o povo”.


DEUS SEJA SEMPRE LOUVADO. AMÉM !

Um Chamado

Meu sonho de criança nunca foi ser bombeira, muito menos policial. Meu foco sempre foi a medicina.

Me dediquei muito pra realizar meu sonho de ser médica. Abdiquei de muitas coisas que gosto e que sempre fizeram parte do meu eu pra estudar, e estudar muito. Mas até agora não deu certo.

Então comecei a pedir a Deus que se fosse pra eu não ser médica, visto que sempre dava errado, pra Ele fazer com que eu me apaixonasse por outra profissão.

Nos últimos dois anos e meio eu passei a frequentar os quartéis do corpo de bombeiros do 1º GB (Grupamento dos Bombeiros) com a minha família, como voluntários da PMs de Cristo, no Projeto Bombeiro e Igreja, onde levamos a Palavra de Fé, Vida e Esperança ao Bombeiro. Conheci pessoas maravilhosas que me ensinaram a gostar aos poucos da vocação militar.

Agora estou feliz da vida, porque pude comprar o meu primeiro coturno militar porque estou aprovada em todas as etapas do concurso da APMBB (Academia da Polícia Militar do Barro Branco).

Me apaixonei por uma profissão de loucos, de pessoas que juram dar sua própria vida em prol do próximo, se necessário. No fundo acho que meus objetivos não mudaram, eu ainda escolho uma profissão que visa ajudar o próximo.

Muito obrigada a todos que me ajudaram até aqui  e continuem me ajudando porque ainda tenho muita, mas muita coisa para aprender.

Al Of PM Bruna Crisma

Quando nossa fé falha

“Ajuda-me a vencer a minha incredulidade!” Marcos 9:24b

Pode soar contraditório dizer que, quando perdemos a fé na provisão de Deus, devemos ter fé em sua graça.

Mas é isso o que estas histórias nos mostram. Mesmo quando nossa fé falha, Deus continua nos sustentando, pois não é por nossas próprias forças que permanecemos de pé, mas por sua maravilhosa graça.

Deus nos prova, em meio à nossa incredulidade, que podemos confiar e descansar em seu agir. “Quando minha fé vacila e falha, tudo se escurece ao meu redor; com ternura meu Senhor me ampara; pelo seu amor então prossigo.” (Joan L. Sutton)

Preocupado?

  “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade (preocupação), porque Ele tem cuidado de vocês.” I Pedro 5:7

A carreira de policial é uma das mais estressantes e desgastantes, muitos costumam ser frequentemente afetados emocionalmente e, se os problemas não forem cuidados devidamente, eles podem gerar inúmeros prejuízos para sua vida profissional, pessoal e social.

A frequente exposição ao perigo e vivenciar situações de risco faz parte da rotina de trabalho desses profissionais, o que os obriga a ficarem sempre alertas e vigilantes, gerando grande tensão e expectativa.

O nível de adrenalina nesses agentes também é muito alto, pois o trabalho requer muita ação e eles precisam estar sempre prontos. Ansiedade é uma preocupação geralmente exagerada com relação a algo que pode vir a acontecer no futuro.

O texto nos convida a entender que a preocupação é desnecessária, que não precisamos carregar fardos pesados, pois Cristo se dispôs a leva-los para nós.

Quando entregamos a Deus o que nos tem causado ansiedade, passamos a desfrutar de um sentimento de paz e tranquilidade surpreendente, porque sabemos que tudo está depositado nas melhores mãos.

Tudo está sob o controle do Senhor de todo o universo, que tem cuidado de nós. Como lançar as suas preocupações em Deus hoje mesmo? Ore, falando para Ele todos os assuntos que te tem preocupado, peça que Ele o direcione e oriente. Entrega tudo sem reservas e deixe realmente aos Seus cuidados, porque Ele tem cuidado de você.

Confie que o Senhor vai continuar cuidando de todas as circunstâncias da sua vida.

Mensagem enviada pelo: Capelão Voluntário PMs de Cristo Pr. Osvaldo Chiquitelli

Motivação

“Barnabé (foi enviado) a Antioquia. Este, ali chegando e vendo a graça de Deus, ficou alegre e os animou e permaneceram fiéis ao Senhor, de todo o coração.” Atos 11:22b e 23

Temos vivido tempos difíceis, de muitas crises e cobranças, mas poucos incentivos.

Ás vezes tudo o que precisamos ouvir, são palavras de encorajamento e motivação.

Podemos encontrar na Bíblia várias passagens de motivação, que nos anima e fortalece todos os dias.

Mesmo que estejamos em meio a tribulação, a Palavra de Deus nos motiva a colocar em Deus a nossa esperança! No versículo citado, lemos que Barnabé motiva os novos cristãos a permanecer fiéis ao Senhor.

Motivar é muito importante. Uma palavra de incentivo, encorajamento e motivação muda a vida das pessoas. Cristo é a nossa maior motivação!

Que essa palavra traga a motivação necessária para você, Policial Militar!

Valores Inegociáveis

“Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.” Lucas 12:2

É possível combinar os valores cristãos ao serviço policial, ser um cristão autêntico e ser um vencedor diante das pressões da violência, da corrupção e do estresse.

O Policial Militar é uma autoridade pública e uma autoridade de Deus. Tem o divino chamado de ser instrumento do bem e da justiça.

Em seu trabalho que cumpre uma missão dada por Deus: a de opor-se às obras do mal; o roubo, a morte e a destruição (João 10:10).

Nisso reside o caráter divino e também pedagógico dessa nobre missão.

O Policial é o “seu guarda”, uma referência de coragem, heroísmo e conduta positiva no consciente coletivo.

Outro ponto importante é que Deus ama a justiça e é o Justo Juiz.

Não cabe ao Policial agir no engano da justiça própria e do falso testemunho.

(trecho do Livro “Com o sacrifício da própria vida”, Alexandre Terra e Miguel Adaílton da Silva, 2007,página 65)

 

 

A importância dos relacionamentos

 

“E, se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.” Eclesiastes 4:12

Fomos criados para viver com outros, semelhantes a nós. O sentimento de “pertencer,” sentir-se parte de um grupo, amar e ser amado é necessidade básica de todo ser humano. Instintivamente, procuramos por alguém, porque relacionamentos normais produzem felicidade, completam-nos.

Precisamos trabalhar a comunhão, recepção e conexão com as pessoas, se quisermos crescer. É a vontade de Deus que vivamos relacionamentos saudáveis.

Através do novo nascimento, somos introduzidos na igreja, que é o corpo de Cristo.

Deus, não só nos introduz no corpo de Cristo, como nos aceita na sua grande família. Ao crermos em Cristo, Deus nos torna seus filhos, irmãos uns dos outros, partes uns dos outros, dependentes uns dos outros, para vivermos uma vida familiar harmoniosa de paz, alegria e realização.

Agora, é o nosso relacionamento com Deus, a base fundamental para o sucesso em todos os demais relacionamentos da nossa vida e este sim, é o inicio do Relacionamento Saudável. (texto extraído do site da Igreja Batista do Povo – Vila Mariana)

As escalas de serviço dos integrantes das Forças de Segurança pode interferir no relacionamento desse profissional com a família. Por isso é fundamental planejar tempo de qualidade com a família nas folgas, para que não haja rupturas no relacionamento com o conjugue/filhos, família e amigos.

A família é a base de tudo e quando tem alicerces bem fundamentados no relacionamento será uma família bem sucedida.